Em Foco: "O passe: A comunidade científica já estaria pronta para admitir a cura pela imposição das mãos?"

on Quinta, 19 Janeiro 2012.

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar. O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na sociedade, caso do Johrei, utilizada pela igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo tempo semelhante à de religiões como o espiritismo, que pratica o chamado “passe”. (fonte: www.rac.com.br)

Compartilhe conosco a sua opinião!

Comentários (3)

  • Glenio ricardo gadas de matos
    07 Fevereiro 2012 - 16:30 |

    Na semana passada os cientistas descobriram uma técnica para leitura de pensamento, que se baseia nos sinais elétricos nos cérebros de pacientes que ouviam diferentes palavras. Com isto, já há uma base de que a comunidade científica vem estudando questões que antigamente seriam impossíveis de serem compreendidas e postas em prática.
    Acredito sim que a comnidade científica chegará essa conclusão, mas não agora, e sim com o advento de novas tecnologias.

  • isanete marques guedes
    24 Janeiro 2012 - 16:29 |

    Acredito que a física quântica será a porta de entrada das realidades espirituais e sutis no âmbito da ciência. Sou leiga em física, mas pelo que leio nas revistas eles já estão chegando bem perto, quando admitem a existência de dimensões e de uma matéria elementar básica que forma tudo o que existe de conhecido no universo. Eu, particularmente, tenho como certa a eficácia da imposição das mãos como tratamento!

  • Eduardo W
    19 Janeiro 2012 - 14:43 |

    Creio já seja um começo, mas imagino que ainda haverá muita resistência da maioria dos cientistas, principalmente no que se refere às questões religiosas. Esta resistência cederá aos poucos, conforme os resultados forem sendo comprovados em números e os pesquisadores forem ganhando mais credibilidade junto aos seus colegas. Uma "simples" questão de tempo, penso.

Deixe um comentário

Por Favor faça o login para comentar.