Em Foco: O Espiritismo é religião?

on Quarta, 13 Julho 2011.

Muito se tem falado sobre os fundamentos da nossa doutrina; alguns acham que ela representa a pedagogia do espírito, onde o foco principal é a filosofia; outra corrente afirma que a doutrina tem cunho científico, devendo se ater à comprovação dos fenômenos espíritas; e temos a corrente que entende que a doutrina tem um tríplice aspecto, onde a filosofia, a ciência e a religião se integram.

No seu ponto de vista, somos a religião dos espíritos?

Comentários (5)

  • Ana Maria Corrêa da Silva
    21 Julho 2011 - 23:41 |

    Se considerarmos a palavra RELIGIÃO ao pé da letra ( religação com o divino) como foi mencionado anteriormente, acreditaríamos que o espirirtismo É SIM uma religiaão. Pois a ligação que nos dá força, nos conforta e nos ampara, com certeza, nos torna essenciamente divinos. Para quem consegue, na complexidade dos fênômenos (em sentido latu), alcançar o mínimo dessa essência jamais se procupará com qual substantivo irá chamá-lo.
    Apenas irá sentí-lo.... Apenas irá deitar no colo harmonioso e aconchegante que o espiritismo nos proporciona.

  • isanete marques guedes
    18 Julho 2011 - 22:55 |

    Talvez a questão do fenômeno mediunico, seja ele de efeito físico ou não, de onde surgiu a própria doutrina, através da observação de Kardec ao que ficou conhecido na França como "as mesas girantes" tenha contribuído para que o cunho científico da doutrina tenha sobressaído em detrimento do religioso, mas acho que este último, sem dúvida, é o mais importante, já que naquela época os espíritos nada mais fizeram do que se utilizar da ferramenta mediunidade para chamar a atenção sobre a necessidade de melhor entendermos os ensinamentos de Jesus, chamar a atenção para a nossa realidade de seres espirituais.

  • Paulo Guedes
    17 Julho 2011 - 18:04 |

    Pesquisando sobre o assunto, encontrei um mensagem do Emmanuel, psicrafada pelo Chico, que trás um visão muito interessante sobre a nossa Doutria e as responsabilidades, que nós os espíritas, temos com ela.

    Doutrina Espírita

    Reunião pública de 13/11/59
    Questão nº 838

    Toda crença é respeitável.
    No entanto, se buscaste a Doutrina Espírita, não lhe negues fidelidade.
    *
    Toda religião é sublime.
    No entanto, só a Doutrina Espírita consegue explicar-te os fenômenos
    mediúnicos em que toda religião se baseia.
    *
    Toda religião é santa nas intenções.
    No entanto, só a Doutrina Espírita pode guiar-te na solução dos problemas
    do destino e da dor.
    *
    Toda religião auxilia.
    No entanto, só a Doutrina Espírita é capaz de exonerar-te do pavor ilusório
    do inferno, que apenas subsiste na consciência culpada.
    *
    Toda religião é conforto na morte.
    No entanto, só a Doutrina Espírita é suscetível de descerrar a continuidade
    da vida, além do sepulcro.
    *
    Toda religião apregoa o bem como preço do paraíso aos seus profitentes.
    No entanto, só a Doutrina Espírita estabelece a caridade incondicional
    como simples dever.
    *
    Toda religião exorciza os Espíritos infelizes. No entanto, só a Doutrina
    Espírita se dispõe a abraçá-los, como a doentes, neles reconhecendo as
    próprias criaturas humanas desencarnadas, em outras faixas de evolução.
    *
    Toda religião educa sempre.
    No entanto, só a Doutrina Espírita é aquela em que se permite o livre
    exame, com o sentimento livre de compressões dogmáticas, para que a fé
    102
    contemple a razão, face a face.
    *
    Toda religião fala de penas e recompensas.
    No entanto, só a Doutrina Espírita elucida que todos colheremos conforme
    a plantação que tenhamos lançado à vida, sem qualquer privilégio na Justiça
    Divina.
    *
    Toda religião erguida em princípios nobres, mesmo as que vigem nos
    outros continentes, embora nos pareçam estranhas, guardam a essência cristã.
    No entanto, só a Doutrina Espírita nos oferece a chave precisa para a
    verdadeira interpretação do Evangelho.
    *
    Porque a Doutrina Espírita é em si a liberalidade e o entendimento, há
    quem julgue seja ela obrigada a misturar-se com todas as aventuras marginais
    e com todos os exotismos, sob pena de fugir aos impositivos da fraternidade
    que veicula.
    Dignifica, assim, a Doutrina que te consola e liberta, vigiando-lhe a pureza
    e a simplicidade, para que não colabores, sem perceber, nos vícios da
    ignorância e nos crimes do pensamento.
    «Espírita» deve ser o teu caráter, ainda mesmo te sintas em reajuste,
    depois da queda.
    «Espírita» deve ser a tua conduta, ainda mesmo que estejas em duras
    experiências.
    «Espírita» deve ser o nome de teu nome, ainda mesmo respires em
    aflitivos combates contigo mesmo.
    «Espírita» deve ser o claro adjetivo de tua instituição, ainda mesmo que,
    por isso, te faltem as passageiras subvenções e honrarias terrestres.
    Doutrina Espírita quer dizer Doutrina do Cristo. E a Doutrina do Cristo é a
    doutrina do aperfeiçoamento moral em todos os mundos.
    Guarda-a, pois, na existência, como sendo a tua responsabilidade mais
    alta, porque dia virá em que serás naturalmente convidado a prestar-lhe
    contas.

  • Amanda
    15 Julho 2011 - 21:44 |

    Como já foi dito, não somos a religião do futuro, somos o futuro das religiões. Aqueles que participam de uma mesa mediúnica, têem a oportunidade de conhecerem espíritos que ao desencarnarem continuam com as crenças e religiões que tinham quando encarnados. Mesmo sabendo que existe vida após a morte, pois estão vivos em espírito, muitos se dizem católicos ou evangélicos.Ou seja, não se tornam espíritas só pelo fato de estarem desencarnados.
    O espititismo para mim engloba todos os aspectos acima mencionados, é uma religião que comforta e esclarece.

  • Glenio ricardo gadas de matos
    14 Julho 2011 - 00:53 |

    É complicado fazermos uma análise simplista. Primeiramente o que é religião?
    "Religião (do latim: religare, significando religação com o divino).É um conjunto de crenças sobre as causas, natureza e finalidade da vida e do universo, especialmente quando considerada como a criação de um agente sobrenatural".
    Se esta, é a definição que nos foi deixada pelos nosso antepassados, então o Espiritismo é uma religião, pois estamos frenquentemente em contato com Deus, se não diretamente, pelo menos por intermédio dos espíritos superiores, que são a ligação com Jesus e, consequentemente, com Deus.
    E, como doutrina, o espiritismo nos possibilita entender os fenômenos, o sentido de causa e efeito, a evolução dos espiritos, e a vida após a morte. Que num sentido mais amplo, nos permitirá compreender toda a criação e os designos de Deus.
    Em suma, pode-se considerar como um misto de doutrina e religião.

Deixe um comentário

Por Favor faça o login para comentar.