O Dia da Regeneração

Imprimir
PDF
“Bem aventurados os mansos e pacíficos pois eles herdarão a terra”
(Mateus, 5:5)


Queridos irmãos, aproxima-se o dia da regeneração e o Cristo de Deus aguarda com muito amor a nossa chegada ao reino de Deus.

Como está escrito no evangelho de Mateus, os mansos e os pacíficos exercerão a sublime missão de estabelecer o reino de Deus no nosso orbe querido.

Quantos ainda caminham em meio à revolta, e transformam a sua insatisfação em energias da violência.

É chegada a hora de apaziguar os ânimos, permitir que o evangelho do Senhor estabeleça morada em vossos corações.

Muitos, nesses dias, clamarão ao Senhor da vida a oportunidade de permanecer entre os seus, mas a misericórdia Divina os cambiará para esferas condizentes com o pulsar das suas mentes. Aqueles que hoje são ridicularizados por oferecerem a outra face diante da agressão, encontrarão regozijo na nova era que se aproxima.

Os mansos representarão o próprio Cristo entre nós, aqueles que desde já trabalham na pacificação dos corações, encontrarão pousada à sombra da árvore frondosa do amor.

Tudo se transformará nesse dia!

Os corações baterão pausadamente, porque a ansiedade deixará de existir.

As guerras fraticidas serão lembranças dum passado tenebroso; a máquina física não passará mais pelos desajustes criados pelas mentes desalinhadas; o sol, a brisa e a chuva brindarão a vida num belo reconhecimento ao Criador.

Os homens não viverão separados pelas fronteiras políticas, pois a nação de Deus se estabelecerá definitivamente no mundo.

A grande crise por que passa a humanidade é o prelúdio desse amanhecer do amor.

O Cristo não descerá ao som de trombetas porque ele estará acariciando cada um dos seus irmãos, que somos todos nós, no silêncio do amor.

Bem aventurados seremos, nesse dia, pois o amor reinará definitivamente entre nós.




Irmão Cândido
(mensagem recebida por Paulo Guedes )